The Blog

Morre aos 82 anos o poeta paraense Max Martins

É com uma imensa tristeza que escrevo esta notícia: morreu no dia 9 de Fevereiro de 2009, Max da Rocha Martins, o mestre-poeta. Seu corpo foi velado no Museu do Estado do Pará, com a presença de inúmeros amigos e familiares e homenagens a altura deste grande homem. A partida de Max Martins deixa com certeza um vazio enorme no peito dos que tiveram a honra e o prazer de conhece-lo pessoalmente.

Apelo

Alma dos que amei trazei
neste minuto de sombra e lodo
o que vos dei no sangue de meus sonhos mortos.
Conjugai – almas que teci – as flores brutas
dos cantos e dos gestos que vos dei.
Almas dos que ergui do chão partido
tais como pedras fecundadas
alimentai o incontido espasmo duma chama
translúcida, azul-vermelha.
Sombras que já pousaram em minha boca,
como se num lago – chegai.

Leia mais:

2 Comments

Got something to say? Feel free, I want to hear from you! Leave a Comment

  1. Nazaré disse:

    Você é, e sempre será o nosso artista agora que estou conhecendo esta pagina. Muito boa

  2. rayara disse:

    não tive o prazer de conhece-lo
    mas hoje estou estuddo tudo sobre MAX MARTINS
    para uma grande apresentaçao de feira do conhecimento
    creio que será o maximo fala sobre tao individuo
    que tanto contribuiu para a poesia paraense
    BEIJOS

Leave a Comment

Let us know your thoughts on this post but remember to place nicely folks!